domingo, 24 de maio de 2009

Resoluções de Aniversário

Poucas coisas na vida são tão humilhnates como festas de aniversário no inicio da adolescência; o dilema começa por quem convidar, primeiro você pensa nos amigos mais chegados e todos os seus colegas de escola mas dai na hora você pensa que não sabe se quer todo mundo na sua festa, mas que não convidar fica chato. Pulada essa parte chega o grande dia, no convite está escrito 8 horas no local tal, 8 horas em ponto, ninguém chegou, você espera mais um pouco e 8:05, você começa a pensar: será que no convite ficou claro o endereço? Será que a hora foi certa? 8:10 começa a bater uma depressão, você começa a pensar que ninguém lembrou do seu aniversário, ou pior que ninguém dá a mínima, 8:15, você mais triste que cachorro que perdeu o osso desite da festa e vai olhar TV, 8:30, chega o primeiro convidado, só ele, vocês conversam e começam a assistir o jornal, 8:45 chega um bolo de gente, e então a festa começa – e o pesadelo também – chega aquela tia que não te via a anos e exclama um alto: - Como você cresceu! Nem parece aquele garotinho que mijava nas calças. Naquela hora você gostaria de ser um avestruz pra poder enfiar a cabeça no chão, mas a humilhação ainda não acabou, a grota que você gosta está sentada do seu lado, e sua tia infelizmente percebe e solta um: – Que moça linda! É sua namoradinha?   Você imenda um não desesperado, e diz que ela é só sua amiga, tarde demais, seu priminho de 6 anos já saiu pela casa gritando: – Tá namorando, tá namorando!    Você sai que nem um doido atrás do moleque, pega ele pelo braço e diz que se ele não parar vai aprender o o gosto que o chão tem, sua mãe encara você, que solta o moleque na mesma hora e dá um sorriso amarelo, daí vem a pior parte os parabéns, você vai para a mesa do bolo como um boi que vai pro matadouro, mas tá vem o parabéns, a hora do big, e você tá tentando sair da mesa quando ninguém mais ninguém menos do que o seu priminho puxa um “com quem será” aquilo é o cumulo da humilhação ta todo mundo ali, inclusive a garota que povo os seus sonhos mais secretos, seu único desejo era não estar ali, no meio de pensamentos atônitos, você vê um ovo na mão de alguém, e em menos de um segundo ele está escorrendo por seu cabelo que você passou horas passando gel,você começa a correr rezando pra que aquilo seja só um pesadelo, mais ovos atingem você, depois de uma troca de roupa em plena festa, rolam algumas brincadeiras como verdade ou consequência, jogos de carta e tudo mais, quase todo mundo vai embora, menos Ela, vocês ficam a sós, então ela encara você e diz: – Eu quero muito te dize ruma coisa – seu coração vai a 200bpm então ela gagueja: – Eu, e-eu… – sim e tu tá ali quase tendo um infarto: – Eu amo o seu melhor amigo – você fica uns dois segundos congelado em choque, engole toda a raiva de você tá sempre perto dela e aquele desgraçado nem saber que ela existe, e fala dissimuladamente: – Sério? Que legal! Eu tô torcendo por vocês!
Ela te abraça – o que te dá mais raiva – e diz eu te amo tu é meu melhor amigo, ela vai embora logo depois, e você só quer dormir e esquecer que aquele dia existiu, mas daí sua mãe chega e diz:
- Nada de dormir, tu vai me ajudar a arrumar a bagunça.
Mas você sobreviveu, e está hoje aqui lendo esse post.
Tenham um dia cheio de cor.

quinta-feira, 21 de maio de 2009

Histórinha e Poesia

Nenhuma palavra foi proferida, nenhum gesto foi feito, apenas olhares se encontravam no silêncio, olhares poderosos que se beijavam em pleno ar; Ninguém disse uma só palavra, mas nos rosto dos dois podia-se ler: “eu te amo” de forma clara e brilhante. Ele ama ela e ela ama ele, sem pressa, sem promessas ou falsas expectativas, sem pressão, apenas deixe que o tempo se encarregue e o destino os una.

Solidão

Ela me abraça
Ela me envolve
Ela me quer
Ela me absorve
Está sempre comigo
Nunca vai embora
As vezes saí por aí
Volta arrependida – chora
Eu não gosto dela
Acho que ela percebeu
Mas até que chegue o inverno
Seu amante serei eu.

Ciro Lux de Souza.
Tenham um dia cheio de cor

quarta-feira, 20 de maio de 2009

Histeria

A música que eu vou postar a seguir é minha música preferida e descreve prefeitamente como eu tenho me sentido ultimamente:
Hysteria - Muse
Isso está me irritando
Me ralando
E me retorcendo
Sim eu estou infinitamente
Desmoronando
E virando do avesso
Porque eu quero isso agora
Eu quero isso agora
Me dê seu coração e sua alma
Estou me acabando
Estou desabando
Última chance pra perder o controle
Sim isso está me segurando
Me anestesiando
E me obrigando a lutar
Para estar infinitamente
Frio por dentro
E sonhando estar vivo
Porque eu quero isso agora
Eu quero isso agora
Me dê seu coração e sua alma
Estou me acabando
Estou desabando
Última chance pra perder o controle
E eu quero você agora
Eu quero você agora
Eu sinto meu coração implodir
E eu estou surgindo
Fugindo agora
Sentindo minha fé se corroer.
[Tradução feita por mim]

quinta-feira, 14 de maio de 2009

A complexa arte de viver

Algumas coisas acontecem na nossa vida de forma tão intensa que nos perguntamos como chegamos ali e se merecemos aquela situação. Seja ela boa ou ruim, consciente ou inconscientemente nós somos os responsáveis por aquele momento, foi por nosso mérito que conseguimos aquilo, tudo é uma questão de fazer a vida ou se deixar levar por ela, se preparando ou não para o que está por vir. O mundo de hoje está ligado de uma forma tão intensa e complexa, que tudo o que fazemos afeta todo o planeta de maneiras que não podemos imaginar, ao deixarmos cair um alfinete no chão, por exemplo, corremos o risco de fazer o presidente do Irã declarar uma guerra aos EUA por simples sucessões de fatos interligados. A questão é que em algum momento nossas ações podem se voltar para nós. Então deveríamos planejar os atos que fazemos e as palavras que proferimos, porém não com tamanha intensidade a ponto de nos causar frustração caso as coisas não ocorram exatamente como em nossos planos. Existem outras pessoas, vivemos em sociedade, e isso também nos afeta, assim como aqueles fatores aleatórios que não controlamos (que muitos chamam de destino).
Muitos preferem viver da surpresa, sem saber o que esperar do futuro, o que é tanto uma maneira compreensível de tentar sofrer menos, quanto uma forma rápida de chegar ao caos. Decisões ao esmo podem transformar a vida em um inferno na Terra, ou talvez, se o individuo tiver sorte, em uma verdadeira maravilha inconseqüente, e é claro que existem casos. Entretanto, a grande maioria das pessoas faz planos, trabalha uma vida toda e não realiza quase nenhum; tudo porque acabam se focando tanto no 'como conseguir', que fazem dos seus objetivos uma coisa utópica e inatingível.
Logo, a questão é não fazer planos demais nem deixar tudo tão ao acaso, e sim achar o equilíbrio: planejar as coisas mais importantes, mas permitir-se desfrutar de algumas boas surpresas.
Afinal, até o empresário mais metódico gosta de algo não planejado de vez em quando. Tenha suas metas, mas relaxe e aproveite a vida nos intervalos.
Tenham um dia cheio de cor.

quarta-feira, 13 de maio de 2009

Uma pessoa para os dias de chuva…

O real motivo de eu ter criado esse blog foi pra por pra fora tudo que me incomodava, entender o que estava errado e me libertar, acho que tem sido muito útil, mas enfim vamos ao que interessa…
Eu sempre procurei por uma pessoa ideal para os dias de chuva - eu adoro tempestades, elas nós mostram o quão pequenos nós somos diante do grande universo - ter alguém nos dias de chuva é uma idealização de felicidade, porque está frio e molhado lá fora, mas você tem a quem amar, a pessoa que você ama está do seu lado, o mundo lá fora é inóspito mas não importa, a pessoa que você ama tá do seu lado, poxa! Eu sou muito hipócrita no que escrevo, pois não sigo meus próprios conselhos, mas vou tentar mudar isso, eu sou tão burro, sempre procuro pela minha companhia dos dias de chuva e quando a encontro, eu fico tão feliz com a minha realização pessoal que fico paralisado e esqueço de aproveitar o momento, e o pior fico na dúvida se é realmente aquela pessoa que eu quero, e esqueço que a aquela pessoa precisa de carinho, amor, dedicação atenção, etc.. bem talvez nem tanto mas eu deixo transparecer minha insegurança, e pessoas não gostam de relacionamentos inseguros, dai eu me ferro, e vou me ferrar sempre até mudar, e eu hei de mudar, já estou mudando inclusive, eu deveria começar por manter a linha de assunto do post, mas esse desvio se fez necessário, eu estou muito revoltado comigo mesmo, com o idiota que tenho sido, meu esforço aqui é para que as pessoas não cometam os erro que eu cometi e não precisem perder pessoas que amam para aprender o quanto custa não saber aproveitar, agora está chovendo, e se você tiver alguém abrace essa pessoa com toda a sua força e demonstre todo o seu carinho por ela, ela merece, você merece, se deem esse presente, se não estiver chovendo aí aproveitem o por-do-sol, pois a cada fim de tarde ao lado dessa pessoa terá sido mais um dia em que você foi abençoado, agradeça, viva, faça isso por você, segundas chances são presentes muito especiais, não conte com elas, aprenda sem sofrer a lição que eu tive que sangrar pra aprender.
Tenham um dia cheio de cor.

terça-feira, 5 de maio de 2009

Apocalypse Now

Gripe suína, gripe aviária, aqui no Sul febre amarela, virus mutantes que dão a impressão de que o mundo vai acabar como no filme “Eu Sou a Lenda” ou “Exterminio”, bem, nenhum desses vírus te transforma em um vampiro canibal assassino como nos filmes, mas seria bom a humanidade levar um grande susto pra aprender a se reorganizar, que ela nunca foi organizada é verdade, mas de 10 anos pra cá temos um excessivo número de informações disponíveis, o que afundou nossos valores, inclusive monetáiros, hoje você pode saber se está chovendo na China ou que horas são em Marte, bilhões de informações por segundo e nosso cerébro não consegue processar todos esses dados ainda; Resutado: estamos mais estressados, anciosos, neuróticos, insanos, bilhões de remédios pra sintetizar emoções, funções naturais como o sono, estamos correndo em alta velocidade rumo a lugar nenhum, estamos num circulo vicioso, trabalhamos pra ganhar dinheiro, que é pra melhorar nossa vida, mas pra ganhar mais dinheiro, precisamos trabalhar mais, então acabamos só trabalhando e o pior, inutilmente, nesse mundo tempo é dinheiro e quanto mais se trabalha menos tempo se tem, então trabalho não é dinheiro, trabalho é mais estresse, eu não sou hippie, mas precisasmos mudar o sistema, porque o sistema está errado e isso é um fato, eu sempre pensei que o Capitalismo não tinha fundamento, base ou uma organização que os sustentasse e que ele só funcionava por pura sorte e infelizmente a crise me provou que eu estava certo, mas eu acredito no Luiz O Cara Inácio Lula da Silva e no Barack Saddam Hussein Obama que foi o primeiro presidente dos abUSA que falou em reduzir as emissões de carbono, tirar tropas do Iraque, e ainda é fã do nosso Presidente, essas novas lideranças mundiais servem pra nos mostrar que o mundo tem jeito, e pelo menos oito e me dão esperança de um mundo em que você trabalhe apenas o suficiente para ser feliz sem que isso signifique mais estresse ou 24horas de trabalho, afinal não somos Jack Bouer, e isso não é utopia, é sustentabilidade, a palavra do futuro, que pra nossa sorte Obama e Lula parecem saber o que significa.
Uau que texto mais cult, tenham um dia cheio de cor.