segunda-feira, 11 de maio de 2015

Jó 38:11

Uma vez o demônio me disse: "Vamos jogar um jogo" e eu aceitei. Porém o problema de jogar com o pai da mentira é que muito provavelmente você vai quebrar a cara, foi o que me aconteceu. Às vezes você conhece a verdadeira personalidade de alguém da pior maneira possível, e você aprende que não importa o quão profundos e bonitos os laços possam ser sempre um dos lados pode sair do jogo na metade e te deixar à ver navios como se nada tivesse acontecido. Daí você percebe que tudo sempre se repete e que quem vier depois vai ter o mesmo destino que o seu, não importa o quanto você tenha se esforçado ou se deu o melhor de você, simplesmente não existe vencedor. E se o inferno é a eterna tentativa infrutífera, o que pode ser mais tormentante do que viver ao lado de alguém que não vai te levar a lugar nenhum. Talvez a derrota tenha sido a minha maior vitória, embora assumir a perda seja algo arrasador e humilhante é também sinal de aprendizado, e o meu foi que não se deve brincar com fogo.

"Até aqui chegastes e daqui não passarás, e as ondas do teu orgulho não seguirão além."
Jó 38:11

Tenham um dia cheio de cor.

domingo, 11 de janeiro de 2015

Me Versus You

Você é um imbecil né cara? Quantas vezes você vai jogar fora todos que se importam e se apegar a própria dor? O que você ganha com isso? Você esquece que dói pros outros também, que você não é a única vítima do mundo. Ninguém tá contra você, olhe ao seu redor. Que tipo de sádico tentaria te ajudar só pra te ver pior? Você nunca sofreu na vida né? Você é mimado e imbecil. Você tem que ter paciência, talvez as coisas se ajeitem, talvez não. Mas você NÃO PODE FAZER NADA A RESPEITO. Pare de tentar interferir no que você não tem controle. Para de se deixar dominar por distorções masoquistas que você sabe que não são reais. Eu sei que no fundo você se importa, eu sei que você só quer poder ajudar, e dizer que tá ali de algum jeito. EU SEI O QUE VOCÊ SENTE. Mas você só tá caminhando na direção contrária. Sobre seus planos, se você tiver alguma chance ela é mínima, e fica cada vez menor toda vez que você age assim. Para, pelo amor de Deus, para. Você vai se matar desse jeito e NINGUÉM vai chorar pelo seu enterro. Seus problemas são de raízes profundas, corte elas. Mude, faça algo por você.Eu sei que você é muito melhor do que isso. Se você não se amar, ninguém mais vai, e se você se odiar... acho que você já sabe Entenda, eu quero o seu bem, ninguém mais do que eu quer que você mude. Por mais que eu não demonstre, você me machuca muito. E toda vez que nós brigamos, eu também perco. Eu só quero o seu bem, por favor entenda isso antes que seja tarde demais.

Sinceramente, você mesmo.

Tenha um dia cheio de cor.

quinta-feira, 1 de janeiro de 2015

Dois Mil e Catástrofe.

Quem acompanha esse blog deve perceber que eu só escrevo aqui quando algo me incomoda, e no momento tem tanta coisa me incomodando que eu poderia escrever uma bíblia, mas acho que Jesus e seus amigos tem coisas mais importantes pra dizer do que o meu drama pessoal.
Enfim, 2014 foi de longe o melhor ano da minha vida: Eu consegui tudo o que eu queria. O sucesso veio de praticamente todos os lados, tudo parecia perfeito. Porém tinha um problema, eu. Parei de lutar quando achei que tinha tudo em mãos, e esse foi sem sombra de dúvida o erro mais grave que cometi, mas existem mil textos sobre como é imbecil declarar vitória antes do tempo e esse não vai ser mais um deles.
Desde pequeno fui extremamente mimado por amigos e familiares, ao mesmo tempo que destruíam minha auto-estima na escola, isso me garantiu uma personalidade tão contraditória e insuportável que eu pararia de falar comigo se eu pudesse. No ano que passou falhei miseravelmente como ser humano ao deixar que o medo, a insegurança e a ansiedade me dominassem, quis controlar o incontrolável e isso voltou pra me cobrar com juros. Eu me considero uma pessoa de sorte, pois consegui renegociar essa dívida mais vezes do que eu deveria, e esse texto é meio que um pedido de desculpas. Desculpas a todos aqueles que magoei e a todos que aguentaram meu pior lado sem ir embora mesmo que fosse quase impossível ficar, vocês são as pessoas que eu mais considero no universo. Também escrevo isso pra me lembrar e pra deixar registrado "em cartório", caso eu fraqueje no caminho da mudança. Que em 2015 eu seja tão novo quanto o ano que se inicia.

Tenham um dia, ou melhor ano, cheio de cor.