domingo, 12 de dezembro de 2010

Hello again, friend of a friend ♪

O lado bom de estar com tanta vergonha a ponto de não conseguir respirar é que uma parte de você pensa: "Não é tão ruim" ou "Não me fudi tanto quanto eu imaginava" Às vezes você cria medos irracionais sobre coisas que tem resolução simples, e complica coisas extremamente fáceis.
Tenho usado métodos pouco convencionais (ô, cê não faz idéia) pra enfrentar meus demônios, mas tem dado certo como nunca deu.
Então me julgue, me xingue, me chute, me bata, ou me elogie, estou saindo da minha máscara, já perdi gente importante demais por esconder o que sinto, e o que sinto agora é vontade de viver, o que não muda nada sobre, por enquanto, eu preferir estar sozinho.